Retrospectiva 2011 e projeções para o novo ano

Se tem uma coisa que acho curiosa é uma certa aversão que as pessoas tem ao ano quando ele está no fim.  Como uma roupa velha. Como um sapato furado que não serve mais. Em meados de novembro, as pessoas começam a manifestar ódio e repulsa ao ano que, 11 meses atrás, era mais esperado que encomenda de compra de Internet. Mas enfim.

Após essa breve reflexão, quero fazer um balanço geral (bem resumido, para não cansar vocês) do que foi meu ano de 2011 e meus projetos para o novo ano. Bora?

R E T R O S P E C T I V A  2 0 1 1

Dois mil e onze foi tão intenso que eu tô cansada. Sério. Não sei se a virada de calendário vai diminuir o cansaço (acho que não, pois não pretendo diminuir o ritmo em 2012), mas 2011 me deixou exausta. Literalmente, eu corri muito. Lembro de poucas vezes que andei feito gente. Corri atrás de ônibus, corri para a aula (muitas vezes jantando ao mesmo tempo), corri contra o tempo, corria.

Nesse ano aconteceu muita coisa. Conheci gente demais. Realizei sonhos e dei até a última gota da minha energia para chegar no dia 31 de dezembro e finalmente respirar.

Passei a trabalhar nos dois expedientes, o que me fez rever uma série de conceitos: intervalo da faculdade é para fazer trabalho da faculdade, e não para lanchar. Fim de semana é para dormir, e não para sair. E quer saber? Amo muito tudo isso. Trabalho ao lado da melhor equipe que alguém poderia trabalhar. Todos os dias, sem exceção, aprendi algo novo com eles.

Apresentei um artigo científico em um congresso pela primeira vez. Me senti dando um passo, ainda tímido, em direção a um lugar maior que quero chegar. O congresso foi o Intercom de Maceió. Além de tudo, conheci lugares, pessoas e aprofundei amizades que são para a vida toda.

Lembrei de algo bacana e que sem dúvida foi o acontecimento de 2011. Em abril, tive a oportunidade de estar a poucos metros da minha banda preferida: Calypso. Brincadeira, foi o U2. A história toda foi muito louca, desde a compra do ingresso até o show e minha chegada em casa.

Vocês não fazem ideia de como foi emocionante para mim. Sério, se você me conhece ao menos um pouco, sabe como curto os caras desde a 8ª série. Curti todos os momentos da fila, quase perco meu lugar, quase perco meu ingresso e quase não fico na beira do palco. Obrigada pelo presente, meu Deus!

Tem mais.

Nesse fim de ano aconteceram muitas coisas especiais. O Godstock, um movimento/festival de contra-cultura, e minha volta para o Teatro, a Cia Vida em Cena. As duas coisas estão intimamente relacionadas. O fato é que eu termino o ano sabendo exatamente por onde começar o próximo. Realização tem nome e sobrenome.

Abri este blog no dia 15 de março, que by the way é meu aniversário. Gostaria de dedicar mais tempo a ele. Mas enfim, obrigada pelas visitas, comentários. Obrigada até a você que veio parar aqui procurando alguma imagem do Google. Beijo!

Para os colegas e desconhecidos, mudei de status no Facebook. Para os amigos, tive a certeza que estava de novo com a pessoa da minha vida. Essa aí de baixo que eu faço tudo pra ver sorrir.

Na faculdade, AOS TRANCOS & BARRANCOS, concluí o quinto período com o CRE 9.5. Eu falo mesmo para servir de lição para você, cujo pai paga a faculdade, passa o dia na Internet e ainda perde disciplina.  Melhore!

Teve muita coisa, é que to apressada. To indo curtir o primeiro dia de minhas férias em Lucena, onde vou passar o ano novo com pessoas que amo. Mas teve muita coisa.

Amizades que fiz, ser chamada de titia por sua sobrinha, manter-se firme na academia, conseguir reeducar sua alimentação e estar feliz consigo mesma, 7 fios de cabelos brancos, o começo da coleção de DVDs, projetos maravilhosos e um Deus maravilhoso que permitiu isso tudo e muito mais.

Para 2012, assim, na lata? Deixa eu ver.

Além de manter o pique (que será interrompido por 30 dias de férias), quero algumas coisas:

Tirar a carteira de motorista;
Definir e iniciar minha monografia;
Participar do Intercom com um novo trabalho;
Ler mais livros da minha área (nesse ano li muita ficção e sobre cinema);
Me dedicar mais à família;
Ter um carro. Necessito;
Deixar para trás o que não me fez bem;
Tomar decisões sábias;
Amar como se não houvesse amanhã.

No mais, é isso, pessoal!

Que neste novo ano, possamos renovar em nós o que precisa ser renovado!

Você também pode gostar de ler isso aqui

2 Comments

  1. Querida FÊ, adoro ler seus “escritos”, acho muito bom o seu estilo e me apraz lê-los !!! Continue, menina, você irá MUITO LONGE, mesmo !!! P♥A♥R♥A♥B♥É♥N♥S !!!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>