Os 5 maiores clichês dos filmes de terror

A-Casa-dos-Mortos-2015-1-620x320

Deixo livros pela metade sem remorso, mas isso dificilmente acontece com filmes. Tão somente porque não acho que, por pior que seja o longa, me fará tão mal assim perder duas horas de vida para assisti-lo. Acontece que isto me ocorreu na noite de ontem, quando fui ao cinema com minha prima. Fomos para ver “Sniper Americano”, cuja pronúncia foi cuidadosamente corrigida pelo atendente da bilheteria: “Snáiper Americano, moça?”. A última sessão seria bem tarde e acabamos decidindo pelo próximo filme, que era “A Casa dos Mortos“.

Fui a contragosto. Odeio filmes de terror, principalmente porque não recordo a última vez em que vi um bom filme de terror com história, tipo “O Iluminado“, “Poltergeist” e “O Exorcista“. Criou-se para o filme de terror a fórmula pronta que torna ele um mero filme de “susto”, tal como foi feito para as comédias de besteirol americano com suas loiras, peitos, nerds, high schools, fortões e uma música grudenta qualquer na trilha sonora. Odeio levar sustos, mas encarei o desafio do filme. Fui fraca: desisti na metade da história – mas não por medo, e sim porque o filme era HORRÍVEL -, levantando sorrateira da poltrona em alguma cena de ritual e zzzz.

Aproveito para elencar aqui os 5 maiores clichês de filme de terror.

1) Algum assassinato macabro no ano de mil novecentos e bolinha.

Só muda o cenário: casa (em 90% dos casos), parque, escola, hospital, floresta. Fato é que tem que ter algum assassinato brutal (de preferência uma chacina envolvendo algum ritual satânico) para rolar a assombração das almas atormentadas. Uuuuuuuuuuuu.

Demonic


2) Um grupo de doentes mentais que vai ao lugar nos dias atuais.

De uma família desavisada até um grupo de jovens V1D4L0K4, sempre tem esse povo com probleminhas que resolve ir para o lugar mal assombrado. Algo bem lógico: tipo passar férias de verão em uma casa cheia de teias de aranha no alto da colina.

Demonic-PROMO-PHOTO-07JANEIRO2015
3) Pessoas que simplesmente não acendem a luz.

Não sei o problema que as pessoas tem com energia elétrica nos filmes de terror, mas os manés SEMPRE vão explorar os lugares com lanterninha, luz do celular, faísca de fogueira, qualquer coisa MENOS ACENDER A DROGA DA LUZ. E sempre à noite, claro.

Demonic.2015-3

4) Momentos de tensão antes de aparecer… o colega do grupo

A trilha sonora, o suor na testa do personagem e a escuridão da cena te fazem achar que vai aparecer o capiroto na tela, mas em 95% dos casos é alguém do grupo: filme de susto. Os outros 5% são divididos entre: fantasmas de crianças, objetos se mexendo ou palhaços.

sergio-malandro

5) Palhaços, bonecas e outros brinquedos de satanás

TEM QUE TER algum cômodo da casa com essas pestes. Aí eu realmente peço arrego: morro de medo quando esses objetos infantis aparecem associados a terror.

boneco-chucky.jpfg_

>> Me siga no instagram!

O que mais você acrescentaria a esta lista?

Você também pode gostar de ler isso aqui

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>