A saga do U2 e tudo que isso me ensinou

Oi, como vai você?

Bom, você deve ter acompanhado todo o meu drama sobre o U2, o prêmio de consolação que foi o filme em 3D (e que lindo prêmio!) e como eu tava triste porque não sabia se ia pro show. E se quer saber como a história acabou, clica no botão vermelho.

(Juro que nada vai explodir)

Amigos, esta história toda me ensinou que se algo tiver de dar certo, não importa mais nada: vai dar certo.

Tudo começou em 1990 quando eu não consegui comprar o bendito ingresso no ano passado. Tickets for fun bombando nos acessos e eu acabei sem conseguir. Logo depois, surge a “febre das passagens baratas”. Nesse ínterim (adoro essa palavra e tal), cerca de ninguém queria vender seu ingresso.

A fase seguinte foi a que as pessoas queriam vender seus ingressos. De arquibancada. E sério, não teria $coragem$ de ir para esse show e ver tudo de uma longínqua arquibancada. E as passagens continuavam baratas.

Daí começaram a aparecer ingressos para a pista. Todos caríssimos. Cambistas do mal! E safra de passagens baratas estava acabando…

Eita, e agora?!

…Eis que na manhã desta quarta-feira (30), surge um ingresso por R$ 200. Não acreditei quando vi. Precisei tomar um copo d’água. Dava para eu pagar. Já as passagens… Putz. A mais barata era R$ 850.

Deixa eu te contextualizar: a pessoa responsável por todos estes gastos não é o Sr. Paiva nem a Sra. Paiva. É essa moça que vos fala. Sentiu o drama? Pois é.

Para resumir e você voltar a dormir/trabalhar/estudar/jogar ping pong(?), consegui passagem a um preço MUITO JUSTO e ingresso mais ainda. E tudo isso tipo, faltando NOVE dias para o show.

O que eu aprendi? Que não importa o quanto você se estresse para resolver alguma coisa, tudo vai acontecer do jeito certo. Na hora certa. Da melhor maneira. Rá!

PS: Já posso expressar a alegria?

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHH!
EUUU VOUUU PRA U2!!!!!!!!1111!!11!!ONZE!!11!!

*Retomando a compostura*

Bom, agora fiquem com uma overdose de U2!

A propósito, veja como vai ser o palco do U2 360º. Tá vendo aquele ponto bem pertinho do palco? Serei eu.

Dia 10 tenho um encontro com esses lindos.

OK, por hoje é só. :)

Você também pode gostar de ler isso aqui

12 Comments

  1. Fernanda,
    sei que você, como todos os fãs de U2 que eu conheço, não gostam muito de mim.

    É, eu não curto muito, mas tenho que admitir que os caras sabem como fazer um belo show!

    Poxa, eu não pago isso tudo pra ir num show, mas meu! Que seja momentos inesquecíveis para você!

    =D

  2. Hahahaha, sem problema, Daniel…
    Eu não acho caro, já que é um sonho de quase 10 anos… :) E me programei direitinho! E tipo, tem gente que gasta R$70 pra ver “Garota Safada” aqui em João Pessoa… hehehe

    Tá perdoado por não gostar do U2, okay?

  3. Gosto do U2, mas só iria se fosse os Beatles.
    Fernandinha, você merece sim extravasar esse sonho de infância. Arrebenta garota, faz teu nome =) O show será inesquecível!

  4. Meninaaaaaaaaaa, qt alegria , to gostando de ver, afinal uma mãe é feliz qd vê um filho feliz… cuidado, vá e volte em PAZ na companhia do SENHOR JESUS. TE AMO FÊ…
    mainha

      1. Ahhhhhh… tem coisa mais fofa de que comentario de mãe?

        Não, não tem!

        Aproveita Fê e se cuida menina!
        Juizo, mas pode perde-lo por uns segundo subir no palco e dar um beijo no Bono por mim! ahahahahaha….

  5. Eu gosto do U2, embora a melhor fase dele tenha ficado há umas duas décadas atrás. :P

    Mas que o Bono é uma mala sem alça, isso é! rsrs

    Bom show, Fê!

    ;)

  6. Oi Fernanda,

    sou carioca e jornalista. Soube do seu blog através da revista Gloss há mais ou menos 1 mês. Mas só entrei hj pra dar uma olhada. Fiquei muito bem impressionada. Ou melhor, adorei tanto que me inspirei para escrever no meu blog um post sobre o seu. Caso tenha curiosidade, dá lá uma olhada: http://www.someaguafresca.blospot.com

    Beijos,
    Bia Romero

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>